Pesquisas indicam que pessoas totalmente desconhecidas tem mais chances de ajudar você a resolver um problema do que seu melhor amigo. Isso acontece porque elas não tem nenhuma opinião formada sobre você e seus limites, e isso a faz ultrapassar os limites que a amizade impõe.


“Coração precisa chorar, precisa sangrar. Precisa ser partido ao meio e rasgado bem fundo. Coração precisa aprender a cicatrizar sozinho. Precisa superar decepções. Coração tem que aprender se despedir. Coração tem que ser enganado por algum idiota. Coração precisa se iludir. Precisa sonhar. Precisa ficar noites insones planejando diálogos que nunca acontecerão. Coração precisa deixar um pedaço de si a cada pessoa que deixa no passado. Coração precisa caçar as borboletas do estômago. Precisa brigar com o cérebro para que ele o permita fazer uma burrice. Coração precisa bater forte. Precisa acelerar. Precisa se emocionar ao escutar uma música. Ao sentir um cheiro. Aquele cheiro. Coração precisa sentir saudade. Precisa lutar contra o orgulho. Precisa esperar uma ligação que nunca vem. Uma mensagem que não diz bem o que ele quer ouvir. Coração precisa pedir ao cérebro que sorria sem vontade. Que diga que está tudo bem quando não tem nada dando certo. Coração precisa parar por uns segundos. Precisa esquecer-se de mandar ar para os pulmões. Coração precisa surtar. Ficar louco. Gritar alto suas mágoas para o mundo. Insistir. Desistir. Dizer que não acredita mais no amor. Que não acredita mais em ninguém. Coração precisa dar um tempo para cicatrizar. Arrumar a bagunça. Limpar a poeira. Mas acima de tudo, coração precisa aprender a recomeçar e se permitir ser roubado mais uma vez. Só mais uma vez.”
Isabela Freitas  

“Mas nunca é tarde demais para tirar da sua vida pessoas que só fazem figuração. Pessoas que nunca participam das cenas principais, nunca participam dos seus melhores sorrisos, das lágrimas mais sinceras, dos gritos que libertam. Tenha a seu lado somente aqueles que tornarão o seu filme inesquecível e único. Não insista em dar oportunidade àquelas que já tiveram inúmeras chances e as desperdiçaram todas às vezes. Chances não devem ser jogadas no lixo como se fossem descartáveis. Para os capazes, apenas uma chance basta.”
Isabela Freitas 

depois de tanto tempo tu olha pra trás e vê quantas pessoas te deixaram enquanto falavam que jamais iriam sair do teu lado


“Você me tratou mal, você fez com que eu não soubesse mais quem eu sou, que ódio, você fez com que eu me afogasse. Você me deixou de lado, fez com que eu me sentisse esquecível. Você mentiu pra mim. E me usou pra ver se esquecia outra pessoa. Você me magoou demais, seu otário. Você foi frio, seco, áspero, você fez com que eu baixasse da internet músicas de Sandy e Júnior. Tem noção do que é isso? Sabe o que dá mais raiva? Sei que você está bem. E sorrindo. E vivendo a porra da sua vida numa boa, sem pensar em mim. Claro, sou esquecível, não é mesmo? Você sequer pensou em mim, no que eu sentia, em como eu me sentia. Ai, que raiva de você! Meu coração está doendo. E eu chorei tantas vezes, muitas vezes, um quadrilhão de vezes e você nunca, em nenhum momento esteve aqui pra secar as minhas lágrimas e juntar os meus pedaços do chão. Você nem me trouxe um ouro branco. Você nem me deu um beijo. Você me empurrou da escada. Me deu um pontapé e nem virou pra perguntar se doeu. Você é mau. Você me trouxe um gosto estranho, aquele sabor que eu queria nunca mais lembrar: rejeição. E você não foi leal. E nem meu amigo. Eu cheguei a pensar que fôssemos amigos. Eu achei que a gente até podia ser um casal. E até usar aqueles colares bregas com as iniciais do nome do outro. Sei, eu estava doente. É, doente de amor mesmo, tô sabendo. E agora não tem ninguém do meu lado, nem você e nem ninguém. E nenhuma lembrança, nem rastro, nem nada de você. Que raiva de mim. E que saudade é essa de você? Você não sabe amar. Você não sabe o que é amor e respeito. Você não é normal. Você gosta de quem te maltrata. Amor não é jogo, não é labirinto, não é loucura, não é isso que ela diz que sente por você. Você está atormentando os meus pensamentos. Que raiva de você. E que saudade é essa de mim? Você não vale nada, é um otário que não presta e é um babaca ridículo que me deixou escapar. O problema é que você não me deixou escapar, você quis que eu escapasse naquele dia, aliás, naquela noite em que você disse que estava saindo da minha vida pra sempre. E você nem voltou. Você nem ligou. Nem mandou mensagem. Nem e-mail. Nem scrap. Nem mesmo um “sinto saudade”. Você saiu, bateu a porta e nunca mais abriu, nem espiou pela frestinha. Isso prova que eu sou mesmo mais uma na sua vida. E você disse que não queria me perder. E fez tudo errado, agiu como se quisesse. Eu te procurei e você fingiu que nem viu. Eu odeio você. Odeio. Mas penso em você quando toca aquela música, quando penso naquele filme, quando tô alegre, triste, feliz, deprimida, chorando, rindo. Penso nas coisas que eu queria contar e dividir com você. Penso em como as coisas eram e como podiam, um dia, ser. E eu sei que antes de dormir vou pensar em você e amanhã vou acordar com você no pensamento. Posso até sonhar com você. E vou tomar café com você na cabeça, caralho, você não podia ter ido embora assim. Seu filho da puta! Tô chorando, tá satisfeito? Está doendo, sabia?”
Clarissa Corrêa.    

“À propósito, te agradeço. Não por ter me magoado e ido embora como se nada tivesse acontecido. Mas por ter me ensinado a ser mais forte. E menos tola.”
Tati Bernardi.     

“Meus arrependimentos duram pouco, alguma coisa me cutuca e diz: olha, que bom que você fez. Que bom que você teve coragem. Que bom que você sente. Que bom que você tenta. Tentar é se arriscar. E tudo na vida tem metade de chance de dar certo. E a outra metade? De dar errado. Mas não é poupando que você saberá.”
Clarissa Corrêa 

“Enquanto a vida vai e vem, você procura achar alguém, que um dia possa lhe dizer: Quero ficar só com você.”
Legião Urbana.   

"Adorei esse aplicativo que você usou na sua foto, ficou linda, qual é o nome?" "Genética amor, procura aí no útero da sua mãe"


ENCHANTH